Se o Passado Voltasse
Lourenço e Lourival

Quisera que o passado
Voltasse a ser o presente
Só assim eu poderia
Ser bem feliz novamente
Porém eu sei que não volta
O tempo de antigamente
Não vejo mais minha terra
Meu ranchinho lá na serra
Não sai mais da minha mente

Só quem vive de esperança
Sabe a dor que um homem sente
Quantos sonhos tantos planos
Se desfaz completamente
A mágoa e a desilusão
Nos ferem profundamente
Tudo que um homem constrói
Por si mesmo se destrói
Termina tão de repente

Os amigos já disseram
Que eu sou um homem sorridente
Através desses meus versos
Respondo sinceramente
Que um poeta inspirado
Sorri sempre alegremente
Demonstra a felicidade
Mas a tristeza e a saudade
Lhe persegue eternamente

Só esta viola amiga
Com sua voz tão dolente
Faz minha alma ferida
Sorrir para toda gente
Recordando meu passado
Vejo a vida diferente
No mundo não somos nada
Estou no fim da jornada
Mas eu partirei contente