Seu gatinho
Lourenço e Lourival

Marcha

Eu queria ser o seu empregado
Ficar do seu lado quando chegasse
Se fosse assim seria uma boa
Se eu fosse a pessoa que você xingasse
Eu queria ser o seu faxineiro,
Lavar seu banheiro, ir no Ceasa
Fazer suas compras, ser seu inquilino
Se você deixasse eu morar num quartinho
Bem pequininho no fundo da casa

Embora esteja dormindo com outro
Eu sou seu garoto que dorme no chão
E pra acabar a minha cegueira
Me deixa na beira em nosso colchão
Essa louca paixão me faz delirar
Capaz de matar a saudade é medonha
Eu sou o seu gatinho, calado nem mia
Se eu fizer barulho jogue água fria
Pra ver se um dia eu crio vergonha.

Sou seu gatinho calado nem mia
Seu fizer barulho me jogue água fria

Eu te amo tanto e não te esqueço
Não sei se mereço sofrer tanto assim
Sei que acabou o nosso casamento
E por uns momento não foi tão ruim
Se foi pra você também pra mim,
Não posso viver de frente esse drama
Me xinga, me bate, deixa machucado
Mas deixa ao menos dormir a seu lado
Bem encolhido num canto da cama.