Trem Das Seis
Lourenço e Lourival

De manhãzinha mamãe me chama:
-levanta filho que já é hora
Pela janela eu vejo da cama
Os lindos raios da luz da aurora

É minha vida que recomeça
Vou ao trabalho mais uma vez
E pela rua sigo depressa
Porque preciso alcançar o trem das seis

Assim eu levo minha vida e não reclamo
O meu trabalho é uma suave obrigação
Porque encontro a menina que eu amo
Me esperando no banquinho da estação

E a tardinha quando encerra o espediente
Volto correndo encontrar-me com meu bem
Na estação vejo ela novamente
Me esperando na porta do mesmo trem

O trem que vai, o trem que vem
Sempre me leva bem juntinho do meu bem
O trem que vai, o trem que vem
Sempre me leva bem juntinho do meu bem