Perfume Precioso
Ludmila Ferber

Derramo aos teus pés as minhas lágrimas
E com os meus cabelos venho enxugar
Eu quebro o meu vaso de alabastro
E o perfume precioso venho te entregar

Não me importo com o que os homens vão dizer
Sei que eles não conseguem entender
O momento que o teu amor me abraçou
Despedaçando as correntes que prendiam o meu ser.

Que o aroma da minha adoração
E a melodia da minha canção
Que o pulsar do meu coração
Sejam agradáveis, autor da minha salvação.

Que toda terra saiba que tu és
O filho de deus que restaura a minha fé
Eu fui curada no meu interior.
Naquele dia em que o amor me abraçou.