Mama Eu
Maldita

Você é a premonição de uma vida curta
Sua dança envolve como uma prostituta

Porcos e dançarinas de outro mundo e trevas abissais
Menina saltou do trampolim e aterrissou em órgãos genitais
Da esquerda pra direita, uma orgia que nem Freud explica
Da direita pra esquerda, passa ela pra cá essa menina e enfia o dedo na buceta

Dói mas é gostoso, você não vai se arrepender
Esse fetichismo negro
Meu instrumento de prazer

Mama eu!
Mama eu!
Mama eu!
Mama eu!
Mama
Mama eu!
Mama eu!


Você dança em movimentos de Santeria
Sua personalidade agora é minha

Asa negra, que bate no tempo
Ilumina a escuridão
Menina que sangra pelo olho
Faz um suplicio de perdão

Cidade maravilhosa, acabou o meu dinheiro
O anexo do inferno é o Rio de Janeiro

Dói mas é gostoso, deixa eu mostrar pra você
O que eu tenho de melhor
Meu instrumento de prazer