Minha Tristeza
Maneva

Minha tristeza não dorme pesado
Por isso meu riso não faz
O som que sempre fez

Sempre tive medo deste momento
Como a folha seca que teme o vento

Até mais, queria poder te ver

Queria poder te amar
Queria poder te dar
Queria poder te amar
Queria poder te dar

Todos os laços
Todos abraços
Todas as glórias que definem um lar

Minha destreza de estar do seu lado
Não poderia ser mais
Que um desastre eu sei

Ódio derramado, amor
Desperdiçado, pensando no se fosse assim
Fosse assado, não traz
O melhor de ninguém

O que se pode esperar?
Do que nunca vai mudar

Temos as provas, temos a história
Temos os fatos que não vão se
Apagar

Que o meu corpo é teu
Que você é o meu radar

Por tudo que eu passo
É vazio meu espaço

Quando seus beijos não posso beijar