Venha
Maneva

Doce o encanto do beijo que tocou meu peito e fez minha mente rodar
Doce aquele momento que vi nos meus dedos o seu cabelo repousar
Livre dos maus sentimentos que a tempos já tive vontade de me libertar
Foi da sua boca o desejo que me fez de novo ter forças pra poder lutar
A água contorna teu corpo que cai pelo topo e escorre no teu calcanhar
Todos os pelos molhados num corpo dourado o sol quente a te enxugar
Colírio pra olhos cansados é te ver sorrindo, correndo pra dentro do mar
Sonho em velar o teu sono e ficar te olhando torcendo pro tempo parar

Venha, vem me fazer feliz
Então seja, tudo que eu sempre quis
Vou ser teu par, proteger o teu recife
De corais, teu brilho mais bonito

Penso em nós dois nos nossos corações
Vejo o seu reflexo nos meus refrões
Sempre sorridente, mexe lentamente
Ritmo envolvente de respirações

Dança do seu jeito, dança com prazer
Misteriosa a noite, linda ao amanhecer
Sempre diferente, dura e carente
Não da pra saber o que vai acontecer