A Mulher do Padeiro
Marchinhas de Carnaval

A mulher do padeiro
Trabalhava noite e dia
Ê ê ê ê, ê ê ê ê ê ê ê
E viajava só no Bonde de Alegria
Cantava e pulava
E o padeiro não sabia

O padeiro zangado
Deixou de fazer pão
Não atendeu mais a sua freguesia
Deu tanto pinote, fez tanto fricote
Pra ser fiscal lá no Bonde de Alegria