Quem Ama Não Condena
Marchinhas de Carnaval

Mais um dia,
Mal vivido,
Que ela deixou,
Pra mim.

Garanto que nunca fui covarde,
Apenas quero conter esta saudade,
Quem ama não condena minha dor,
Só quem não tem no peito amor.

Passo anos e mais anos,
Recebendo desenganos,
O meu lar, é um botequim,
Ai, como dói o abandono,
Soluça comigo em vão, meu tamborim.

Mais um dia,
Mal vivido,
Que ela deixou,
Pra mim...