Ancestrais
Marco Brasil

Lá vou eu
pelo caminho que levou meu pai
Lá vou eu
passar por onde passaram
meus ancestrais.
Lá vou eu deixar também a semente que plantei
já germinada dando frutos e sementes
que com certeza, como eu
serão descentes
igual aquele que se foi e eu chorei.

Vou caminhando de cabelos brancos
chegando ao fim da estrada
vou encontrar o meu velho pai
na mais bonita de todas as moradas.

Lá vou eu
deixar saudades pra quem vai ficar
Lá vou eu
passar na estrada onde todos vão passar.
Adeus,não sou o primeiro e nem
o último a partir
meu pai se foi eu agora estou indo
o velho tronco de madeira está caindo
no meu lugar um outro fruto vai surgir.

Vou caminhando de cabelos brancos
chegando ao fim da estrada
vou encontrar o meu velho pai
na mais bonita de todas as moradas.