Cervejaria
Marco Brasil

Põe cerveja pra gelar
Fim de semana chegou
Sabadão a casa é cheia
É pra lá que eu também vou

De segunda a sexta-feira eu fico na correria
Dou um duro danado pra deixar tudo em dia
Mas no sabadão a noite, corro pra cervejaria
Tomo todas e mais umas pra passar minha agonia

Meu carrão de tanque cheio, tá zerado, tá no ponto
Ando muito apaixonado e essa noite eu apronto
Alô, alô mulherada, tô chegando pro encontro
Hoje eu viro do avesso, encho a cara e fico tonto

Lá tem moda de viola dessas de Minhas Gerais
Tem gente de todo lado, de São Paulo e de Goiás
Tem mulher que não dá mole, tem mulher que corre atrás
No fim da noite, só mesmo Deus sabe o que a gente faz