Mãe de leite
Marco Brasil

Quando eu vim ao mundo, pequenino e tão fraquinho
Ninguém esperava que eu fosse sobreviver
Minha mãezinha Deus a tenha junto dele
Deu a vida pela minha pra que eu pudesse nascer

Sem perdoar-me pelo golpe tão profundo
Meu pai saiu pelo mundo e sem amparo eu fiquei só
Mas Deus é justo e colocou no meu caminho
Uma santa driatura que deste pobre teve dó

Salvou-me a vida com seu leite precioso
Pois o seu recém-nascido nosso Deus também levou
Eu que era só então ganhei uma mãezinha
Ela então ganhou um filho e com carinho me criou

Minha mãe de leite, é o sol da minha vida
Minha mãe de leite, me deu calor
Minha mãe de leite, peço a Deus que te proteja
E aonde quer que esteja estarei sempre ao teu lado
Te amparando com amor