Pé de Bode (pisa No Freio, Zé)
Marco Brasil

Para provar que não se brinca
Com quem pode
Eu comprei um pé de bode e sai
Firme na pista
Dei um rolê testei ele na cidade
E na sexta-feira à tarde
Fui pra baixada Santista
Com o pé de bode lotadinho de mulher
No maior do aranzel serra abaixo eu dirigia
Faltou freio numa curva da estrada
E então a mulherada começou a baixaria

Puta que pariu, pisa no freio Zé
Veja em nossa frente o tamanho do buraco
Puta que pariu, pisa no freio Zé
Se o pé de bode cair, nós vamo pro saco

Introdução

Domingo à tarde todos de bunda queimada
E a cabeça pesada de cachaça até a tampa
Então peguei, meu pé de bode possante
Fui ao posto enchi o tanque revisei ele na rampa
Quando eu voltava subindo a serra lotada
Dirigindo apertado igual um pinto no ovo
A mulherada me abraçava e me espremia
E o pé de bode já ia para o buraco de novo

Repete estribilho 3 vezes