Menino Angola
Menina do Céu

vai como bicho do mato
só no seu cavalo
galope tão forte
que o vento lhe trai
e traiz tanta ira
e arde a ferida
que o tempo guardou

menino angola
toca a viola
quebra no forró
urra a zabumba
geme a sanfona
num devaneio só(bis)

se um cavalo arreado passa na vida
tem que ter atenção (tem que ter)
tem que virar peão
tanto perdido nessa encarnação
é melhor se feliz (é melhor ser feliz)
é melhor das mãos
o momento [e agora
e não depois
agora....depois
paranaué paranaué lelelele