Anjo Loiro
Milionário e José Rico

Na casa que o meu bem mora
Ao lado do seu portão
Eu escrevi o meu nome
Dentro de um coração
Expressei meus sentimentos
A que passa por aqui
Vai saber que já tem dono
O amor que mora ali

É um anjo loiro
Dos cabelos cacheados
Um metro e setenta e cinco
Meu pedaço de pecado
É uma paixão
Que rasga o peito pelo avesso
Trinta e cinco de cintura
Cem por cento que eu conheço

Ai!
Esse amor me mata
A saudade dói, solidão corrói
A paixão maltrata
Ai!
Entrou no meu peito
Feito um passarinho,
Fez o seu ninho,
Não tem mais jeito.