Confissão
Milionário e José Rico

Não adianta se fazer de inocente
O que aconteceu com a gente
Foi somente culpa sua
Não adianta vir pedir o meu abrigo
Você quer voltar comigo
Só porque está na rua

Fique sabendo que ninguém mais te espera
Se o castigo doma a fera
Seu instinto continua
Não vale a pena lutar por quem não merece
Quando as partes reconhecem
Segue em frente, tudo bem

E não te quero não,
Não acredito em tua confissão
O que fizestes ao meu coração
Com esse gesto perigoso e selvagem

Eu não te quero não,
Pra te perder pela segunda vez
Fará de novo tudo o que me fez
Do teu amor só levo desvantagem.