Filho de Ninguém
Milionário e José Rico

Eu sou aquele menino que sozinho segui meu destino
Me formei na escola da ilusão
O meu mundo não foi colorido
Ninguém sabe o quanto tenho sofrido
Pra esconder a minha solidão

Tenho comigo um desgosto profundo
Por não saber quem me fez vir ao mundo
Mesmo assim eu me sinto feliz
"Meu canto é triste porque eu sou um filho de
ninguém"

Meus pais negaram o meu nome
Sozinho cresci fiz me homem
Diminuído pelas dores do além
Mas se eles me ouvirem cantando
Vão saber que o mundo está proclamando
Que sou um filho de ninguém

Tenho comigo um desgosto profundo
Por não saber quem me fez vir ao mundo
Mesmo assim eu me sinto feliz