Martírio de dor
Milionário e José Rico

Nas águas da existência
Eu estou a naufragar
Já perdi todo o controle
Já não posso mais remar

Casado e desiludido
Não consigo encontrar
O porto de um amor sincero
Para poder me ancorar

Sou agora um barco sem rumo
Dominado pela tempestade
Que procura e não consegue
Encontrar a felicidade