O Sultão
Moreira da Silva

Foi um sonho, eu estava num harém
Alta madrugada o sultão apareceu
Conversa vai, conversa vem
Na base do chega pra cá
Abotoou-me e foi dizendo
É por aqui

Com a botuca escancarada
Dava a impressão do capeta
O homem estava abilolado
Veio chegando pra meu lado
Eu fiquei todo arrepiado
No pesadelo eu era uma beldade
Me olhava com ferocidade
Que situação era a minha
Fantasiado de vedete
Olha o vexame

Mas alguém me acordou
Eu sou é homem
Pergunto eu a mim mesmo,
Porque no sonho eu não era o sultão?!
Não sou coelho
Mas também sei dar os meus pulinhos
Eu também gosto de carinho
De brotinho

Me olhava com ferocidade
Que situação era a minha
Fantasiado de vedete
Olha o vexame
Mas alguém me acordou
Eu sou é homem
Pergunto eu a mim mesmo,
Porque no sonho eu não era o sultão?!
Não sou coelho
Mas também sei dar os meus pulinhos

Eu também gosto de brotinho
Foi um sonho, eu estava num harém
Alta madrugada o sultão apareceu
Conversa vai, conversa vem
Na base do chega pra cá

Abotoou-me e foi dizendo
É por aqui
Com a botuca escancarada
Dava a impressão do capeta
O homem estava abilolado

Veio chegando pra meu lado
Eu fiquei todo arrepiado
No pesadelo eu era uma beldade
Ele me olhava assim
Meio esquisito