Urgente
Olivar Barreto

Urgente
Urgentíssimamente
Numa estrela cadente
Vou aí te buscar

Ausente
De teus braços, ausente
Aprendi novamente
A saber perdoar

Carente
Como o chão da semente
Enrolei a patente
De galã sedutor

Mas vi
Que meu verso demente
Dementíssimamente
Só se nutre de ti

Urgente
Urgentíssimamente
Numa estrela cadente
Vou aí te buscar

Ardente
Ardentíssimamente
Anacronicamente
Pretendi te esquecer

E vou
Numa estrela cadente
Candentíssimamente
Acender teu amor

E vou
Numa estrela cadente
Candentíssimamente
Acender teu amor