A Mesma Canção
Os Cariocas

Ah,
Que quanta dor
Se sofre pra nada
E quanto amor
Se perde na estrada
Quanta linda
Pede a vida

Pra acabar
E quanto canto se morre na voz
E quanto encanto não sermos mais nós.
Dois amigos
Que se amavam

Ah, e dia esse se sente sem rosa.
Que dia esse se morre sem rosa
E canto é esse
Que não vem da saudade.

Ah. que chão é esse de flor proibida
Que luta é essa que tira da vida
O que eu sinto
E que eu quero cantar.

Ah,
Quanta flor
Para o amor repartir
E que quantos caminhos
Pra gente seguir, vem,
Vem sem medo.

Vem,
Que ainda é cedo e é tempo pra nós.
E esse dia só pede que nós
Cantemos juntos
A eterninha mesma canção.

Ah,
Quanta flor
Para o amor repartir
E que quantos caminhos
Pra gente seguir, vem,
Vem sem medo.

Vem,
Que ainda é cedo e é tempo pra nós.
E esse dia só pede que nós
Cantemos juntos
A eterninha mesma canção.