A Revolta dos Bichos
Padre Zezinho

Noé ainda singrava no barco que ele fez.
ainda comandava e tinha voz e vez.
Noé fez uma lei deixando claro aos animais,
que dentro de uma arca os direitos são iguais.

Porém o elefante que é um bicho que se presa
e achava que um bicho vale pelo o que ele pesa
falou que ele era um mais gorducho forte e longo
por isso que valia muito mais que um camundongo.

Noé ainda singrava no barco que ele fez
ainda comandava e tinha voz e vez
mas era um democrata que sabia governar
propôs uma assembléia pra ninguém mais reclamar.

Então o elefante reclamou ainda mais
perdeu ate o sono e acabou-se a sua paz.
Falou que a natureza já trouxera a solução.
Se tudo é diferente então porque a discussão.

Noé seguia em frente no barco que ele fez
e sendo paciente propôs mais uma vez
que todos discutissem pelo bem dos animais
a lei que decidia que os direitos são iguais.

Leão penteou a juba e disse eu já sou rei
a iena deu risada e por que riu: isto eu não sei.
Macaco fez careta pendurado e se coçou.
Preguiça bocejando e resmungando espreguiçou.

Noé queria ordem no barco que ele fez.
Mas é que pra desordem, só bastam dois ou três.
Quem era grande forte achou que era mais igual.
E que os pequeninos eram fracos afinal.

Também aquela arca devia ser assim
se houvesse a igualdade era o começo até do fim.
E desde aquele dia nunca mais foram iguais.
Tem gente que acredita que é melhor porque tem mais.