Ao País Dos Meus Sonhos
Padre Zezinho

Sem ladrões a nos tirarem os frutos do nosso suor
Sem ladrões a desviarem os bens que o meu povo juntou
Sem bandidos e assassinos pondo em risco as nossas vidas
É o país dos meus sonhos
É o meu país libertado
É o meu país resgatado que eu sonho rever.

Já fomos bem mais fraternos
E mais vizinhos e amigos
E muito mais solidários
Já não somos o mesmo país

Quero de volta o país dos meus sonhos
Mais cheio de rostos risonhos
De volta o país solidário
Que eu conheci em criança
De volta o país da esperança
De vizinhos que se conheciam
De vizinhos que se reuniam
De vizinhos que se protegiam.