Em Prol da Vida
Padre Zezinho

Diante de ti ponho a vida e ponho a morte
Mas tens que saber escolher
Se escolhes matar, também morrerás
Se deixas viver, também viverás
Então viva e deixa viver

Não mais estes rios poluídos
Não mais este lixo nuclear
Não mais o veneno que se joga
Nos campos, nos rios e no mar

Não mais estas mortes sem sentido!
Não poluirás e não matarás!
A terra é pequena e limitada
Se a terra morrer, também morrerás!
Também morrerás!

Diante de ti

Não mais a tortura, nem a guerra
Não mais violência, nem rancor
Não mais o veneno que se joga
Na mente do povo sofredor

Não mais este medo sem sentido!
Não destruirás nem oprimirás!
A vida é pequena e entrelaçada
Se o homem morrer, também morrerás!
Também morrerás!

Diante de ti