Doce Abrigo
Paulo Cesar

Por um instante achei que tudo ia dar certo
Mas percebi que mesmo te tendo por perto
Não vai ser do jeito que sonhei
Não que esteja voltando atrás daquilo que falei

Mas esperava de você mais do podia dar
E talvez meu erro foi ter virtude de esperar
Mesmo sem ter fé trago aquela esperança
E no final, tudo da certo, mantenho a confiança

Não quero que o tempo volte
Nem que você volte atrás
Só no futuro, sejamos mais que amigos.

Não falaria nada disso se estivesse comigo
E meus braços seria aquele seu doce abrigo
Trago agora só os sonhos que ainda não se desfizeram
Só as vontades e os desejos, esses que ainda te esperam
Esperaria eu também se a ansiedade não fosse inimiga
E enquanto espera minha saudade, continuo nessa briga
E quando eu te ter ou te esquecer, ai sim ela se finda
E quando você voltar, então seja bem vinda!

Não quero que o tempo volte
Nem que você volte atrás
Só no futuro, sejamos mais que amigos