Não Vás Assim
Pedro Khima

Não vás assim... daqui... sem mim...
Não te vás sem mim...

Levem-me para o ar, bem longe daqui...
Vou te encontrar, do ar... sem ar...

E façam-me correr, ir até cair...
Para te ver, por ver... sem ver...

E vejam-me perder, para depois fugir contigo...
Vou-me perder, por querer, sem querer...

Agarra-me outra vez...
Leva-me onde o tempo engana, e faz de conta
que te arrasta para perto de mim...
E leva-me outra vez...
Agarra-me onde o tempo muda, e faz de conta
que me suga para perto de ti... de ti... de ti...

Não vás assim... daqui... sem mim...
Não te vás sem mim...

Promete desta vez, mesmo sem fingir...
Vais estar aqui no fim... para mim...

E faz-me acreditar, deixa-me entregar-me
para te... poder tocar... te dar...me dar...