Memória de Cristal
Pepeu Gomes

Considere que o amor tem memória de cristal
Não se esquece de nada, não tem tempo pra perder
Não tem dono, nem hora, nem vício, nem moral
Ele lembra de tudo, até mesmo de você!
Tanto crime nas ruas onde tudo diz adeus
Você leva os meus sonhos como se eles fossem seus
A solidão enlouquece, te faz rir pra não chorar
Meu amor mais perdido como vou te encontrar

Alguém que muito me amou, que eu quero ter de volta
Com seu riso inocente, seu olhar de serpente
uma faca que corta
As cartas que ninguém jogou
estão todas na mesa agora
É a sensação de estar de novo
Correndo perigo de me apaixonar

Considere um encontro, uma guerra de poder
Um confronto absurdo, onde tudo pode ser
Se você é suicida, não me mate enquanto morre
Diga adeus, fique só, vá tentando me esquecer

Corpo-a-corpo, nós dois temos muito pra dizer
Não procure nos outros o que está só em você
A solidão que enlouquece tem medo de arriscar
Meu amor impossível diga como quer voltar?

Alguém que muito me amou, que eu quero ter de volta
Com seu riso inocente, seu olhar de serpente
uma faca que corta
As cartas que ninguém jogou
Estão todas na mesa agora
É a sensação de estar de novo
Correndo perigo de me apaixonar