Dúvidas
Quatro Fatos

DÚVIDAS
( Sandro Saga)


É, porque tudo é feito assim, meio medo, meio dor?
Não sei o quanto vou aguentar,
o quanto vou falar de dúvidas
Já cansei de provar sentenças que eu não fiz,
mentiras que não criei, mas eu paguei!
Paguei pela paz, pelo medo de não ver um sorriso seu,
um dia a dia melhor

Porque o que é tão simples parece complicar?
Porque não podemos viver só de amor?
Porque o que a gente vive não pode sempre estar,
numa forma, num jeito, num medo de amar?
Há tanto para entender com você!

É, porque às vezes somos assim, meio ódio, meio amor?
Será que o amanhã vai ser melhor,
que eu não vou ter que passar por dúvidas?

Porque o que é tão simples parece complicar?
Porque não podemos viver só de amor?
Porque o que a gente vive não pode sempre estar,
numa forma, num jeito, num medo de amar?
Há tanto para entender com você!