Sublimação
Scalene

O tapa que levei
Nada mais era que um aviso, eu sei
Tudo girou e o que era meu
Agora é seu

Nada de bom virá
Dessa loucura que estava lá
Ao pensar que nesse mundo sou só
E mais ninguém

Tantos padrões, imposições afastam
De encontrar nossa própria essência

Nosso silêncio vai
Nos acalmar e transparecer
Toda energia que tem aqui
Eu e você

Crie sua própria luz
O seu calor e sua missão
Infinitas chances vão surgir
Se permitir

Sublimação imparcial da alma
Vai muito além, transcende tempo e lugar

Você que diz até onde vai
Cada limite, um novo começo
Infinitas chances vão surgir
Se permitir

O tapa que levei
Muito mais foi que um aviso, eu sei
Tudo girou e o que era meu
Agora é seu