Sê Forte
Shirley Carvalhaes

Pai quantos querem
Ver-me ao chão
Clamam, gritam pelo sangue meu
Querem ver-me caminhar sozinha
Tiram tudo que já conquistei
Pai faz de mim um vencedor
Pois vivo sentido tanta dor
Dor que os amigos me deixaram
Por te amar tanto meu Senhor

Pai as vezes me sinto tão fraca
Parece até que não vou aguentar
Às vezes choro tão desaminada
Parece que estás a me deixar
Mas sinto sobre mim seu braço forte
Está a segurar meu coração
Me diz: Como um trovão
Filho sê forte!
Que estou a segurar em tua mãos

Eles se levantam contra mim
Ficam rindo pela minha dor
Fazem festas por ver-me chorando
Só quando chorei me consolou
Sim te peço forças Criador
É para ajudar ao ofensor
Que quer tanto ferir meu coração
Mas és e serás meu protetor