Arca De Mulher
Teodoro e Sampaio

Quero que o mundo se acabe se ela não me quer
Tem que te rum dilúvio, eu quero ser o Nóe
Navegar quarentas dias, enfrentar muita maré
Mas não quero nenhum bicho, eu vou salvar só mulher.

É só alegria nesse temporal
São quarentas dias de carnaval.

A arca vai ser bem grande de mulher sempre lotada
Porão cheio de carvão, carne e cerveja gelada
Com uma pista de dança pra não ficar sem balada
Vai ter quadra de esporte pra mulher jogar pelada.

Mulher toda noite exalando o seu perfume
Não saio do meio delas pra não perder o costume
Enlouqueço de paixão, São Pedro vai ser demais
Não deixe baixar as águas pra terra eu não volto mais.