Bárbara
Teodoro e Sampaio

Barbara quando será
Que você vai passar o seu próprio batom
E vai poder desfilar
Não tendo hora pra voltar ouvindo mais belos sons
Você vai querer sentir
Tantas mudanças que a lua te trás
Noite de doces pecados
De beijos molhados que são bons demais

Bárbara são tantos caminhos
Que tens que passar
Veras tanta estrela
Mas nem todo brilho é pra te guiar

Nunca entregue teu ouro
A qualquer pirata que aparecer

Veja no brilho dos olhos
Eu tenho certeza que vai perceber
Aquele que menos falar
E muito disser pro seu coração
Fará a mulher mais feliz
Da felicidade com a doce união