Coração na boca
Teodoro e Sampaio

Quase toda noite ele te maltrata
e os meus braços são o teu abrigo
E quando chega com tua manha
uma coisa estranha acontece comigo

Teus lindos olhos cheios de pranto
mostra o quanto sofres sozinha
Busca meus beijos com teu desejo
por uma noite é somente minha

Quando me abraça me desejando
igual uma louca
Meu coração quase sai na boca
e a nossa noite é só de prazer

Eu já não suporto teus beijos quentes
tão escondidos
Por uma noite sou teu marido
e tudo se acaba ao amanhecer

Ele te ofende, eu te desejo
e dos teus beijos sinto saudade
Ele não te ama, eu te venero
meu bem te quero barbaridade

Na vida minha tu és rainha
e sem você minha alma chora
Qualquer noite dessas vou te abraçar
e não vou deixar você ir embora