Cuida Bem, Caminhoneiro
Teodoro e Sampaio

Cortando longas rodovias, esse é o dia-a-dia do
caminhoneiro
Na batalha dura do transporte, onde sul a norte no
chão brasileiro
Distante da minha família, na Bélem-Brasilia rumo a
São Luis
Quando é alta madrugada, faço uma parada em
Imperatriz

Vou rompendo estrada a fora, e não vejo a hora para
descarregar
Lá em casa quem não me esquece, pede numa prece, para
Deus me guiar
Ela é tudo em minha vida, a coisa que Deus fez pra
mim
Parece que estou ouvindo, seus lábios sorrindo me
dizendo assim:

Cuida Bem Caminhoneiro, vá cumprir sua jornada, peço a
Deus que te proteja, Dos perigos das estradas
Cuida Bem Caminhoneiro, volte logo para o seu lar, a
pessoa que mais te adora, está contando as horas,
para te ver chegar [2x]