Doutora Do Amor
Teodoro e Sampaio

Quase toda noite vou na sua casa
Pra tomar um pouco daquele remédio
A paixão imensa queima como brasa
Dentro do meu peito está sendo um tédio
E todas as vezes que estou chegando
Você vem correndo sempre a sorrir
Então os seus braços me servem de leito
Seu amor pra mim é um remédio perfeito
Seu beijo desperta para não dormir

Amor e carinho você me oferece
A noite se vai sem a gente ver
É triste, meu bem, ter que ir embora
Sabendo que outro vem amar você
Você é o remédio da minha paixão
Eu sou um veneno para seu marido
Na casa que venho curar o meu mal
Infelizmente tenho um rival
Por isso é que entro e saio escondido