É Por Isso Que Eu Bebo
Teodoro e Sampaio

Tudo que eu faço é pensando nela
Mas o que eu faça ela não quer nem saber.
Trabalho duro a semana inteira
Ela gasta com besteira tudo que vou receber.
Se, chego em casa ela prega o pau
Minhas razões ela não quer saber
Tento explicar, mas ela nem escuta
E que sou filho da puta ela quer me convencer.

E, é por isso que eu bebo desse jeito
Pra, não ver os meus defeitos, sou doido por essa mulher.
Ela me bate pra manter a sua fama
Mas depois ela me ama do jeito que ela quer.
Bate, meu amor pode bater
Bate nesse homem apaixonado
Bate, meu amor pode bater
Quanto mais você me bate mais eu gosto de você.

Se ela descuida, eu fujo de casa
Saio arrastando as asas sem ela me ver
Vou pro boteco pra beber o atrasado
Sempre num medo danado de ela aparecer.
Se ela me paga, me leva no tapa
O meu bem quase me mata de tanto bater
Os meus amigos conhecem o ditado
Que em briga de casado ninguém deve se meter.