Estranho
Teodoro e Sampaio

Ai amor se sabe que te amo
Estranho, estranho
Para amor se tá desconfiando?
Estranho, estranho

Eu tô preocupado com a situação
Tô desconfiado que ela tá dando o balão
Cada dia uma conversa ela tá me dando o nó
Suspeitei desde o principio ela é mala e não tem dó

Bate perna o dia inteiro
Ligo ela fala
Tô no cabeleireiro
Ligo de novo depois de duas horas
Ela me fala
Comecei a escova agora
Ligo de novo aperta o coração
Ela me fala
Só falta o pé e a mão

Tô achando muito estranho
Ela pra mim tá armando
E eu pouco acreditando

Ai amor se sabe que te amo
Estranho, estranho demais
Para amor se tá desconfiando?
Estranho, estranho
É o transito que tá me amarrando amor
Tô achando que se tá é derrubando

Isso é estranho, muito estranho

Em plena segunda feira chegou de madrugada
Pareceia tá chapada com a calça virada
Perguntei

Você bebeu?
Eu não bebi. É a anestesia
Fui curar lá no dentista aquele dente que doía

Bate perna o dia inteiro
Ligo ela fala
Tô no cabeleireiro
Ligo de novo depois de duas horas
Ela me fala
Comecei a escova agora
Ligo de novo aperta o coração
Ela me fala
Só falta o pé e a mão

Tô achando muito estranho
Ela pra mim tá armando
E eu pouco acreditando

Ai amor se sabe que te amo
Estranho, estranho demais
Para amor se tá desconfiando?
Estranho, estranho
É o transito que tá me amarrando amor
Tô achando que se tá é derrubando

Isso é estranho, muito estranho

Ai amor se sabe que te amo
Estranho, estranho demais
Para amor se tá desconfiando?
Estranho, estranho
É o transito que tá me amarrando amor
Tô achando que se tá é derrubando

Isso é estranho, muito estranho