Estrela D'Alva
Teodoro e Sampaio

Estrela d?alva que acompanha as madrugadas
Vem me dizer aonde vive o meu amor
Que me deixou e para sempre foi embora
E hoje mora no meu peito essa dor
Estrela d?alva traz a volta aquela flor

Um certo dia quando em casa eu chegava
Bati na porta mais ela não me atendeu
Só um bilhete me deixou por despedida
Lágrimas doídas caíram dos olhos meus
Ai como é triste relembrar aquele adeus

Noites e noites que eu passo sem dormir
Perambulando seguindo o rumo do nada
De bar em bar vou afogando a minha dor
É um mal de amor que no peito fez morada
É a saudade que eu sinto da minha amada

A minha vida é igual ave sem rumo
Que perde o ninho e vaga a esmo no espaço
Eu também sofro por viver desiludido
Por ter perdido quem vivia nos meus braços
A triste sorte me atirou neste fracasso