Eternos Companheiros
Teodoro e Sampaio

Tô nas paradas de sucesso atualmente
Sou violeiro do pé quente do rádio e televisão
Muitos troféus, disco de ouro, de platina
Sou violeiro prata fina no país sou atração

Mas no passado também fui caminhoneiro
Viajando o Brasil inteiro ouvindo moda sertaneja
E se meu disco faz sucesso atualmente
É graças a essa gente que eu peço a Deus que proteja

O violeiro também tem sua paixão
Que pesa mais que um caminhão quando a saudade martela
E se um dia eu deixar de ser violeiro
Quero ser caminhoneiro pra viajar pensando nela!
O violeiro também tem sua paixão
Que pesa mais que um caminhão quando a saudade martela
E se um dia eu deixar de ser violeiro
Quero ser caminhoneiro pra viajar pensando nela!

Caminhoneiro e violeiro são artistas
Rodando na mesma pista são eternos companheiros
Cortar cabelo, cortar barba nem precisa
Muitas vezes sem camisa lá vai o caminhoneiro
No toca fita o violeiro está presente
Noites frias, dias quentes, com neblina ou geada
Eu também quero estar contigo meu irmão
Mesmo em forma de canção na escuridão da estrada

O violeiro também tem sua paixão
Que pesa mais que um caminhão quando a saudade martela
E se um dia eu deixar de ser violeiro
Quero ser caminhoneiro pra viajar pensando nela!
O violeiro também tem sua paixão
Que pesa mais que um caminhão quando a saudade martela
E se um dia eu deixar de ser violeiro
Quero ser caminhoneiro pra viajar pensando nela!