Grito De Socorro
Teodoro e Sampaio

Eu estava nas praias do sul
Na cidade de Camburiú e na praia eu caminhava.
Contras as ondas do mar eu lutei
E com muito esforça salvei uma moça que se afogava.

Boca a boca foi a solução
E devolvi sua respiração, mais um sentimento nasceu...
Me beijou e feliz foi embora
Nem se quer me disse onde mora e sozinha desapareceu.

Hoje eu vivo a lhe procurar
De Porto Alegre a Caiobá,
Sufocado de tanta paixão
Eu venho pro sul quase todo verão.
Não esqueço seu corpo nas águas do mar
Porque, pra lhe salvar eu também quase morro
Meu procure pelo amor de Deus
Pois agora sou eu gritando por socorro.