Não Sou Páreo Pra Você
Teodoro e Sampaio

Por mais que a gente tenta não tem jeito
Não dá pra suportar vivendo assim
Seu alto cabedal e seu conserto
Dificulta todo amor que há em mim

Acabo sendo o empecilho
Um fantasma disfarçado em sua vida
Não há como alcançar seu pedestal
Não quero provocar sua descida

Reconheço nossos níveis são distintos
Eu sei que não sou páreo pra você
Por que a adversidade nos separa
Fica impossível se entender

Nem mesmo por deslape ou devaneio
Deixarei os meus anseios dominar o sentimento
Só mesmo por capricho do destino
Seguirei neste caminho mergulhando em sofrimento