O Peão e o Violeiro
Teodoro e Sampaio

Onde tem festa de peão tem violeiro
Onde tem violeiro a galera se agita
Onde tem festa de peão tem touro bravo
Peão valente cachaça e mulher bonita

O peão nasce pra ser campeão de rodeio
E o cantor pra cantar moda apaixonada
Enquanto eu canto o peão senta no lombo

E se prepara para sua gineteada
Ergue o braço em sinal que está pronto
Grita dizendo pode abrir a porteira
Rodopiado feito furacão na arena
A terra treme, sobe nuvem de poeira

O violeiro e peão são companheiros
Na mesma luta sempre juntos lado a lado
Pelo rodeio e pelas mulheres bonitas
Do mesmo jeito os dois são apaixonados
No camarim o violeiro se prepara
Enquanto o peão arrochado entra em cena
Sou na verdade um artista no palco
E o peão é um artista na arena