Quarto Perfumado
Teodoro e Sampaio

Toda noite eu venho aqui
Porque sinto bem ao seu lado
Sempre cubro seu corpo de beijos
Em seu quarto que é perfumado

Você mora na casa pertinho
Da mulher que já foi meu amor
Enquanto estamos contentes
Nos amando entre beijos ardentes
Ouço ela chorando de dor

Tenho pena da sua vizinha
Que padece na falta de alguém
Mas o meu coração não "é dois"
E não pode ser dela também

Você mora na casa pertinho
Da mulher que já foi meu amor
Enquanto estamos contentes
Nos amando entre beijos ardentes
Ouço ela chorando de dor

Tenho pena da sua vizinha
Que padece na falta de alguém
Mas o meu coração não "é dois"
E não pode ser dela também