Ricardão
Teodoro e Sampaio

Ricardão passou lá em casa e levou a minha inês
Não tem dinheiro que pague o favor que lê me fez
Ricardão vai ficar louco com essa onça de batom
Esse cara não sabe que não tem devolução

Tem um ditado que há males que vem pra bem
Amor vai, amor vem é o jogo do coração
Você tem outra e eu tenho outra também
Se ninguém é de ninguém pra que ficar na solidão
Quando souberam que você tinha me deixado
Telefone apaixonado não parou mais de tocar
Na minha porta formou fila de mulher
E tudo que elas querem é ficar no seu lugar

Não vou dizer que não sofri ao te perder
Pensei até me morrer em levar da solidão
Mas de repente a dor de corno passou
Libertei da minha dor nos braços de outra paixão
Hoje te encontro junto com um outro alguém
Chamando o cara de bem pra me fazer provocação
Você não sabe que me fez foi um favor
Lá em casa tem outro amor de cama, forno e fogão