Se o Remédio Não Voltar
Teodoro e Sampaio

A saudade quando bate derruba qualquer peão
Dói no peito do sujeito o coice da solidão
Mas tem as horas que dói mais é quando a cidade está calada
E o momento mais cruel é o cair da madrugada
Choro feito uma criança e quero ver quem não chora
O Machão chora escondido quando o amor vai embora

Quem não chorou pode um dia ainda chorar
Vai doer demais só tem um jeito de parar
É doença que tem cura
Mas pode levar a loucura se o remédio não voltar