Sonambulismo
Teodoro e Sampaio

Doutor eu estou com medo
Tenho um segredo pra lhe contar
Eu tenho um problema serio
É um mistério sem desvendar
A noite depois que deito
Pego o sono e não lembro nada
Dizem que eu me levanto
E devagarinho ando pela casa

Esse tal sonambulismo já ta deixando a mulher pirada
Toda noite a mesma coisa, ela ta ficando desconfiada
Fica me observando, eu saio com travesseiro na cara
Mexendo na maçaneta da porta do quarto da empregada

Não quero remédio, eu to bem assim
O sonambulismo não é doença e faz bem pra mim
A minha mulher veio me falar
Da próxima vez que acontecer, pode ficar lá

Doutor a nossa empregada
Além de bonita é muito educada
Pra não causar problema
A porta do quarto deixa encostada
Se a crise vier de novo
Disse que já sabe o que fazer
Vai me dar o seu remédio
Até o dia amanhecer