Tonto de Paixão
Teodoro e Sampaio

Amor eu estou tonto
Mas não bebi nada
Mas não bebi nada
Mas não bebi nada

Amor eu estou tonto
Mas não bebi nada
Estou tonto de saudade
Vou te ver de madrugada

Toda vez que chega a noite
Junto com as estrelas
Vem a solidão
Eu saio pra esquecer
Todos os problemas
Do meu coração

As flores e o perfume
E alguns versos de amor
Me deixa embriagado
Ai minha paixão
Me leva ao portão
Por quem estou apaixonado

Amor eu estou tonto
Mas não bebi nada
Mas não bebi nada
Mas não bebi nada

Amor eu estou tonto
Mas não bebi nada
Estou tonto de saudade
Vou te ver de madrugada

Nem uisque, nem cerveja
Somente a tristeza
Me joga no chão
Me sinto abandonado
Totalmente embriagado
Por esta paixão

Dizem que eu ando bebendo
Na verdade estou sofrendo
Pelas madrugadas
Quem é que nunca ficou tonto
Tonto de saudade
Da mulher amada

Amor eu estou tonto
Mas não bebi nada
Mas não bebi nada
Mas não bebi nada

Amor eu estou tonto
Mas não bebi nada
Estou tonto de saudade
Vou te ver de madrugada