Saudade
Thábata

Todo dia quando o sol se põe
No fim da tarde eu me lembro de você
Mas quando a noite cai
A lua logo traz
saudades

Meu amor por que você se foi?
Logo agora que eu amava mais você
Deixou o meu coração, no frio da solidão

Você nem me deu um beijinho
Quem dera eu fosse um peixinho solto no mar
Nem que demorasse um ano
Eu ia cruzar oceanos pra te buscar

Eu vou, vou te esperar
Eu vou todo dia na beira do mar
Pra ver se eu encontro o meu amor
Que alem do horizonte navegou

Eu vou, vou te esperar
Rezar todo dia pra Iemanjá
Pra ver se ela traz o meu amor
Nas redes de um velho pescador