Poeta chinfroso
The Playboys

Sou um poeta chinfroso
E vou chinfrar pra você:

"O processo do caos
Perdido na dor
É a fonte abissal
Do meu amor"

No sarau, nem eu mesmo me entendo
Mas as gatinhas se amarram
Quando eu falo:

"Tudo pode nesse mundo real
Do infinito atual..".

Viva o Pós-Modernismo!
Minha desculpa pra esse meu Chinfrismo
Quando vou voltar a sentir razão?
Sei não
Ou não?