Casa Da Esquina
Trio Parada Dura

Vocês estão vendo aquela casa
É a segunda depois da esquina
Naquela casa mora uma mulher
Que tomou conta da minha sina

Eu tinha apenas dezoito anos
Quando ela entrou em meu caminho
Me coroou com a coroa de espinhos
E um fracasso hoje me domina

Cada tijolo daquela casa
É um pedacinho do meu coração
Eu construí com todo carinho
E dei em troca da ingratidão

Por pouco tempo eu morei com ela
E hoje moro com a solidão
Enquanto eu durmo na sombra da noite
Em minha cama dorme a traição

Infelizmente naquela casa
Mora quem eu amo desesperado
A quem um dia lhe confiei
Pra ser a dona do meu lar sagrado

E dei meu nome tudo que tinha
E dei também meu coração
A minha vida está em suas mãos
A hora que quiser serei crucificado